Você esta: Página Inicial - Notícias

12/12/2014: Google consegue perceber se você não é um robô com um clique

O Google sabe se é uma Pessoa ou um Robo???

Provar que você é humano e não robô de spam deve ficar mais simples graças a uma nova ferramenta criada pelo Google. Nesta quarta-feira, 3, a empresa apresentou uma nova alternativa ao Captchas (aquelas palavras deformadas que você é obrigado a digitar) que envolve apenas um clique.

Ao acessar algum serviço que utilize a nova tecnologia, o usuário terá apenas que marcar uma caixa de seleção acompanhada da frase “I’m not a robot” (“Eu não sou um robô”). Só isso. Nada de reproduzir textos ou números deformados que, às vezes, beiram o incompreensível, gerando uma experiência bastante ruim.

Segundo o Google, a nova técnica funciona porque a empresa diz ser capaz de diferenciar humanos e robôs por meio de ações que independem de ações do usuário. O modo como o cursor do mouse é movimentado para marcar a caixa de seleção é um dos fatores para fazer essa distinção, diz a empresa.

Há outras dicas, também, no entanto. Como o Google já coleta dados da navegação do usuário naturalmente, basta comparar o endereço de IP e cookies do navegador para ter certeza de que se trata da mesma pessoa que normalmente navega pela internet. Outras variáveis também são utilizadas, mas a empresa não irá revelá-las para não dar pistas para quem tenta burlar o filtro.

Robôs spammers rapidamente aprenderão a pressionar a caixinha. Caso o sistema entenda que não é um humano apertando o botão, o texto distorcido voltará a ser exibido, o que parece inteligente. Assim, o Google pune com a tarefa de preencher apenas o que ele identifica como atividade irregular, liberando o acesso de quem realmente o algoritmo entende ser humano com uma experiência mais lisa.

Os resultados apresentados até agora são interessantes. O teste já foi feito no WordPress, com 80% dos usuários passando pelo novo Captcha apenas clicando na caixa de seleção. No site de venda de jogos Humble Bundle, o número é de cerca de 60%.

A técnica já era aplicada antes em outros serviços da empresa. Há um bom tempo o Google já luta contra fraudes que utilizam robôs para clicar automaticamente em banners. Além disso, o recurso já estava sendo silenciosamente implantado no captcha antigo desde 2013.

Para quem acessa a internet por meio de tablets e smartphones, o sistema utilizado será outro, mas também será interessante. Em vez de apenas um clique, a pessoa verá uma foto e terá que identificar uma semelhante em um grupo de alternativas. Por exemplo: o Google apresenta a imagem de um gato e mostra várias outras que contém outro gato, um cão, um rato, uma árvore e um carro. Se o usuário selecionar a imagem correta, pode seguir adiante. Esta tarefa é normalmente muito difícil para robôs e é um dos principais focos das pesquisas da empresa.

Via Wired

PÁGINA INICIAL | NOTÍCIAS | ARTIGOS | EDUCAÇÃO | TWITTER | LINKEDIN
Copyright © Cleverson Rocha